terça-feira, 27 de junho de 2017

Após um dia





Hello all,

Hoje foi o primeiro dia sem doces e guloseimas. O único elemento impróprio no meu dia quase irrepreensível foi o udon no jantar - pacote inteiro, temperado com shoyu, azeite e molho para okonomiyaki. No mais, comi mingau de aveia com leite de soja no café da manhã, um iogurte de aloe vera no lanche matinal (60kcal), um pouco mais que um quarto de xícara de arroz com brócolis no almoço, gelatina (agar-agar) no lanche da tarde e umas sementes com uma banana na ceia. Tentei fazer alguns exercícios em casa além da rotineira caminhada e percebi como meu corpo está mal condicionado (quase morri em 2m de prancha e não consegui completar essa série no cronograma da primeira semana). Amanhã pretendo acordar cedo e caminhar por 1h.

Às boas notícias: minha barriga já está afundando quando deito e meu rosto está começando a ficar saliente. Também estou com metas para economizar dinheiro e comprar um novo celular e um kindle, então haverá mais um motivo para não gastar dinheiro com comida.

Sinto saudades da minha família e dos meus amigos. Os daqui não são reais - são apenas meros conhecidos com os quais mantenho uma relação puramente superficial e por vezes obrigatória.

xoxo
Blue

domingo, 25 de junho de 2017

Trying a little bit harder

Hello, princesses, como estão?

Por aqui não há lá muitas novidades... estou a um mês de fechar o primeiro semestre do intercâmbio e agora a loucura das provas vai começar. Tenho estudado bastante e procurado me esforçar cada vez mais, e a cafeína tem sido a minha grande aliada. Geralmente quando me sobrecarrego, a primeira coisa que faço é abusar da comida, mas estou segurando firme a vontade ou fazendo smart swaps. Doces e pães raramente entram em casa, a não ser que a vontade aperte muito, o mesmo para a carne e laticínios. Estou começando a fracionar os carbs e comer porções menores: ontem comprei massa de udon congelada (ela vem em dois pacotes e cada um rende teoricamente uma porção) e fracionei um dos pacotes, já que udon costuma empanturrar demais da conta; comerei a outra metade amanhã na hora do almoço. Fiz também tofu com bastante tempero, e, na hora da compulsão que tive agora à noite, foi ele que me salvou. Sempre tenho canalizado as famosas "beliscadas" para água, chá ou café instantâneo... vamos ver até onde conseguirei ir. A meta também é me tornar vegana em breve. Estou bastante determinada. Essa determinação também se reflete no meu ap: estou com mania de limpeza e arrumação e ele está impecável, e assim pretendo mantê-lo.

No mais, acho que esse tem sido um período muito bom e produtivo, principalmente em relação a autoconhecimento. Eu geralmente sempre fui uma pessoa bastante crítica em relação aos outros e sentia prazer em "desmontar" o sucesso alheio (por exemplo, se eu via que uma pessoa era muito boa em algo e demonstrava certa arrogância por isso, eu apontava que o resto da vida dela era um lixo, assim como a personalidade dela, e perdia o meu precioso tempo em falar mal dela e desmascará-la para as outras pessoas. Eis que de repente, então, me deu um estalo sobre como eu poderia aprender com a "parte boa" do fulano, vendo que ele não tinha coragem de se expor, mesmo com tantos problemas pessoais ou não sendo perfeito como as pessoas acham que ele é. E isso tem feito a minha vida melhorar e eu me empenhar mais em alcançar um sucesso tão grande ou maior que o da pessoa.

Enfim, pode ser apenas mais um momento de euforia, mas preciso aproveitá-lo.

xoxo
Blue



segunda-feira, 12 de junho de 2017

Pesos, novidades



Hello, minhas princesinhas, como estão?

Fiquei feliz que a minha estadia fora do país esteja rendendo frutos. Fui me pesar no final de semana passado quando fui a uma onsen (lá eles têm uma balança) com umas amigas e surpresa: -4kg em relação ao meu peso do Brasil! Não que eu me acomode por aqui, nada disso: minha meta é os 55kg. Mas fico feliz que esteja emagrecendo em um ritmo tão bom a ponto de perder todo esse peso em menos de três meses, mesmo comendo porcarias. Fiz vários post-its e colei no meu dormitório para me lembrar de não cair em compulsões. Preciso agora fazer/comprar uma pulseirinha para me lembrar sempre quando eu estiver fora de casa. Tenho evitado comer fora, e isso tem ajudado bastante com a compulsão. Tenho tentado diminuir o tamanho da bentô de cada dia, vamos ver. 

Preciso arranjar um tempo para fazer mais atividades físicas. Hoje caminhei por 40m, mas quero manter um ritmo constante...

Obrigada a todas que têm comentado. Sei que estou super em falta, peço mil desculpas por isso. Farei de tudo para comentar em vossos blogs ainda nessa semana.

xoxo
Blue